O FESTIVAL

Festival de Cinema de Odemira

A 3º edição do Festival de Cinema Digital de Odemira realiza-se de 1 a 3 de Dezembro e volta a reunir as obras seleccionadas de jovens cineastas de todo o país, que serão avaliadas por um conjunto de figuras notáveis da sétima arte.

Nos anos anteriores o festival esteve sediado em Vila Nova de Milfontes, sendo que Odemira, S.Teotónio e Sabóia recebiam apenas projecções dedicadas ao público infantil. Em 2011, Odemira apresenta-se como a vila anfitriã deste evento e o Cineteatro Camacho Costa como epicentro de todo o festival.

A grande novidade deste ano é a inclusão do género documentário como secção autónoma a concurso. Atentos ao panorama socioeconómico do país, assim como homenageando a tradição neo-realista alentejana, a Fundação Odemira promove o concurso de cinema documental como incentivo às obras que reflectem o meio e o tempo da sua criação, filtrados pela noção estética de cada artista.

A secção de curtas-metragens contempla quatro géneros: Ficção, Animação, Documentário e Videoclipe, que acrescentam o ecletismo necessário para relevar este festival no panorama do Cinema Português.

Na perspectiva de divulgar o talento mais jovem e fomentar a criatividade e o empreendedorismo, foi um concurso entre estudantes universitários ligados à área cinematográfica, de comunicação ou multimédia. Este intercâmbio académico valoriza as experiências culturais dos concorrentes e da comunidade que os acolhe, cimentando também a relação entre estabelecimentos de ensino.

À semelhança do que aconteceu nos outros anos, o festival vai promover alguns workshops com o objectivo de promover o gosto pelo mundo do Cinema e divulgar as técnicas básicas de filmagem. Esperamos, assim, formar novos cinéfilos no concelho e impulsionar a criação de filmes com qualidade para participarem em qualquer festival de cinema nacional ou internacional.

O festival tem acolhido um número modesto de espectadores, afluência que, julgando pela empatia criada com o público e críticas positivas, só poderá aumentar com o decorrer dos anos, acompanhando assim a dedicação e empenho de todos os colaboradores.

O Lince-Ibérico – logótipo do Festival de Cinema Digital de Odemira

O lince-ibérico é actualmente considerado o felino mais ameaçado da Europa. Esta é uma espécie característica da Península Ibérica, conhecida não só pela sua pelagem castanho-avermelhada coberta de manchas pretas, mas também pela sua cauda pequena e pincéis nas pontas das orelhas e das barbas.

Apesar de estar em vias de extinção, corre o rumor entre a comunidade do concelho de Odemira que existe um casal de linces na serra de São Luís. Ninguém comprova a veracidade do facto, mas é certo que foram avistadas pegadas por vários pastores da região.

Fotografias de edições anteriores

Fotografias: Luís Guerreiro

APOIOS

Fundação Odemira
Crédito Agrícola
Cinema GiraSol
Sudoestebit
Instituto do Cinema e do Audiovisual
Municício de Odemira
Apoie este evento!
Apoie este evento!